Canter
   Techni-Cal
   Instinct
   Nutrivet
   Schesir
   Techni-Cal
   Instinct
   Schesir
   Trovet Dog
   Trovet Cat
   Corpet
Brinquedos
   SuperPrice
   PetProject
   Extreme Classic Litter
   Roll'n Clean Litterbox
 
Promoções
Catálogo
 
Pedir Amostra
Cartão Cliente
 
 
 
 
Manuais PetEmotions
Newsletter Emotions
Emotions nos Media
Calendário Emotions
FAQ's
Notícias
Pergunte-nos
Links
Classificados
Recomende-nos!
 
 
2010 - Ano Internacional da Biodiversidade.

2010 - Ano Internacional da Biodiversidade.

Em total empatia com os objectivos definidos pelas Nações Unidas, a PetEmotions associa-se espontaneamente a esta iniciativa com o objectivo de estimular o espírito crítico e o sentido de cidadania, inspirando para a consciência sobre a importância da preservação da biodiversidade.


Sob o lema 'Biodiversidade é Vida. Biodiversidade é a Nossa Vida, as Nações Unidas escolheram 2010 para a celebração do “Ano Internacional da Biodiversidade”. Entenda-se por biodiversidade a totalidade de recursos vivos ou biológicos, a variabilidade ao nível local e entre paisagens, bem como a complementaridade biológica entre habitats.

Cada um de nós é a Biodiversidade. A maior parte do oxigénio que respiramos é proveniente do plâncton dos oceanos e das florestas frondosas de todo o mundo. Provavelmente, as frutas e as verduras que comemos foram polinizadas por abelhas e a água que bebemos faz parte de um grande ciclo global no qual estamos incluídos, assim como as nuvens, as selvas, as glaciares, os rios e todos os oceanos.

A nossa alimentação depende quase que por completo das plantas e dos animais que nos rodeiam. O nosso corpo contém por volta de cem bilhões de células e está ligado com tudo o que o rodeia no mundo exterior através de um maravilhoso e completo sistema imemorial. Compartilha os seus átomos com todos os seres e elementos do mundo natural, é ancestral e inconcebivelmente jovem ao mesmo tempo.

Cada um de nós compartilha o planeta com treze milhões de espécies vivas distintas, entre elas, incluem-se plantas, animais, bactérias, das quais somente 1,75 milhões possuem um nome e já estão classificadas; a maior parte, ainda é desconhecida. Esta riqueza natural incrível é um tesouro de incalculável valor, que forma a base fundamental da nossa qualidade de vida. Os sistemas e processos que esses milhões de organismos proporcionam de forma colectiva, produzem o nosso alimento, a nossa água e o ar que respiramos: 3/4 elementos fundamentais da vida.

Além disso, também proporcionam recursos como a madeira e os materiais vegetais para a construção de móveis, edifícios e combustíveis, os mecanismos que regulam o clima e controlam as inundações, a reciclagem do lixo, componentes radioactivos e os produtos químicos com os quais se fabricam medicamentos. Entretanto, é muito fácil esquecer ou não perceber o óbvio, pois a nossa relação na biodiversidade é tão perfeita e harmoniosa que tudo nos parece uma unidade única, e desta forma muitas vezes não atentamos para as partes dessa “unidade”.

A contributo da biodiversidade na nossa vida, além de ser prático, físico, orgânico e utilitário, é também cultural. A biodiversidade do mundo natural tem sido uma fonte constante de inspiração ao longo da história da humanidade. Tem o seu nascimento em tradições e na forma com que foram apropriados pelas sociedades, incorporando-se aos serviços básicos, sobre o qual foram sendo construídos o comércio e a economia. O desaparecimento de espécies únicas é uma perda incalculável e irreversível que nos deixa muito mais pobres. A perda de espécies icónicas e simbólicas no solo implica uma tragédia cultural, visto que prejudica nossa própria sobrevivência.

As actividades humanas dependem da bela e abundante diversidade do mundo natural. O abate e a queima das florestas, o cultivo intensivo e o stress produzido pela contaminação, a pesca predatória e os efeitos das mudanças climáticas estão a destruir a biodiversidade.


Esta iniciativa por parte das Nações Unidas tem como objectivo elucidar qual o papel dos cidadãos enquanto parte integrante da natureza, tendo em atenção a biodiversidade e a grande variedade de animais e plantas.

Assim, os objectivos do Ano Internacional da Biodiversidade 2010 são os seguintes:
- Aumentar a consciência pública sobre a importância de salvaguardar a biodiversidade para a continuidade da vida na Terra, identificando e combatendo as ameaças subjacentes.
- Aumentar a consciência sobre a importância dos esforços já empreendidos por governos e comunidades para salvar a biodiversidade, promovendo a participação de todos.
 - Incentivar os povos, organizações e governos a tomarem medidas imediatas necessárias à defesa da perda da biodiversidade.
 - Promover soluções inovadoras para reduzir as ameaças que se abatem sobre a biodiversidade.
 - Estabelecer um diálogo entre os participantes sobre as medidas a serem adotadas após o ano de 2010, garantindo a continuidade segura dos programas desenvolvidos.


A PetEmotions, em total empatia com os objectivos definidos, associa-se espontaneamente a esta iniciativa com o objectivo de estimular o espírito crítico e o sentido de cidadania, contribuindo para realçar a importância da protecção da natureza, salvaguarda da biodiversidade e a co-habitação de animais nas comunidades humanas.

Esta é uma oportunidade que todos devemos aproveitar para:
- Evidenciar a importância da biodiversidade para a nossa qualidade de vida.
- Reflectir sobre os esforços já empreendidos para salvaguardar a biodiversidade até ao momento, reconhecendo as organizações actuantes.
- Promover e dinamizar todas as iniciativas de trabalho para reduzir a perda da biodiversidade.

É preciso empenhar esforços para criar um forte sentimento de optimismo, uma vez que ainda há tempo para agir e juntos poderemos ser uma geração que marca a diferença. Entretanto, devemos evidenciar a urgência na tomada de decisões, tendo em vista as brutais negligências e agressões a que a biodiversidade tem estado exposta em todo o mundo. O MOMENTO DE AGIR TEM QUE SER AGORA!

Na agenda está a Assembleia-geral da ONU a 20 de Setembro de 2010 onde os governos definirão os objectivos e etapas futuros para contrariar a perda da biodiversidade.

Juntos poderemos salvaguardar a biodiversidade da qual todos dependemos.

Mais em www.cbd.int/2010
17/02/2010 14:15:17
Enviar a um Amigo | Adicionar aos Favoritos | Política de Privacidade