No que diz respeito à alimentação dos nossos queridos animais de companhia, são cada vez mais as pessoas que constatam que o preço de custo e a marca não são por si só indicadores fiáveis do valor nutricional ou de que estamos perante a melhor opção. Ao fim de cinco anos de aposta no alimento natural Techni-Cal, com um número crescente de clientes fidelizados, que se tornaram fãs incondicionais, para nós ficou claro que, o que os nossos clientes valorizam não é uma ração com o preço mais baixo. Mas sim, um bom alimento com o preço mais baixo possível. Para eles, esta tem sido a opção que 'Vale cada Cêntimo!'.
O que é um bom alimento?
Tanto nós como os nossos pets somos em grande parte o resultado da nossa dieta e dos hábitos diários. Aliás, daqui resultam as conhecidas expressões ‘Somos aquilo que comemos’ ou ‘A saúde começa na boca’. Uma dieta completa consiste na ingestão de macro-nutrientes (proteínas, gordura, hidratos de carbono) e micro-nutrientes (minerais, vitaminas, plantas e componentes não digestíveis, como as fibras). A proporção equilibrada destes nutrientes constitui um excelente fundamento para uma saúde de ferro, fornecendo o equilíbrio vital de nutrientes que o organismo necessita para o crescimento, equilíbrio e para a regeneração do sistema imunitário.
A alimentação de boa qualidade por si só não é garante de saúde, no entanto esta tem como função apoiar o sistema imunitário, contribuindo não apenas para a saúde mas também para maior resistência às doenças. Dietas naturais, nutricionalmente equilibradas activam as forças curadoras internas e estimulam a capacidade natural do organismo para se curar a si próprio. Contrariamente, uma nutrição pobre, alimentos contendo conservantes e aromatizantes químicos, medicamentos em excesso ou tratamentos químicos para parasitas como pulgas ou carraças, constituem ataques à capacidade do sistema imunitário.
Pelas suas propriedades antioxidantes, nutrientes como a vitamina C e a vitamina E desempenham um papel importante ao ajudar o organismo a combater os efeitos dos radicais livres, como o envelhecimento. Fórmulas compostas por ingredientes ricos e conservantes naturais, aminoácidos, minerais, vitaminas, plantas e outros nutrientes devem fazer parte da dieta. Através da leitura dos rótulos nos produtos que encontramos nas prateleiras das lojas da especialidade ou em supermercados, é possível identificar os que apresentam fontes pobres de proteína logo no primeiro ingrediente da lista, como por exemplo milho, trigo e subprodutos. E ainda aromatizantes, corantes e conservantes químicos que na verdade não têm valor nutritivo nenhum, bem pelo contrário, e que tem como função tornar o produto mais apelativo aos olhos do dono, mas com um preço a pagar mais tarde com danos causados pelos radicais livres devido ao excesso de toxinas.
Enquanto os antepassados dos nossos pets comiam alimentos crús, frescos e integrais, ricos em fibras, vitaminas e minerais, sem aditivos químicos, hoje os nossos animais de companhia fazem dietas à base de alimentos transformados, conservados, à base de cereais e pobres em proteína digestível, em vitaminas e minerais e impregnados de químicos e subprodutos não identificados, de baixo valor nutritivo. Doenças como alergias de pele, obesidade, inflamações nos intestinos, infecções crónicas nos ouvidos, inflamação da bexiga, pedra na bexiga e no fígado, determinadas doenças cardíacas, pancreatites, hipertiróidismo felino, displasia da anca, cancro mamário canino, tumefacções e diabetes todos possuem componentes nutricionais, isto é, factores nutricionais terão um papel activo no desenvolvimento destas doenças. Os efeitos nocivos para a saúde, surgirão na sequência da ingestão prolongada de alimentos com compostos artificiais, que poderão causar efeitos crónicos a médio/longo prazo, tais como problemas cardiovasculares, diabetes e outras desordens. São muitos os animais que apresentem alergias e hipersensibilidades alimentares, causadoras de doenças como psoríase, artrite ou o aparecimento tão frequente de tumores (os tumores são responsáveis pela morte precoce de mais de 50% dos animais de companhia com mais de 10 anos de idade).
Porque é que a qualidade nutricional da dieta é tão importante?
Sabemos que um organismo com deficiências em nutrientes essenciais abre oportunidades para o aparecimento de doenças. E que, com o natural desgaste da idade surgem as chamadas doenças degenerativas, com maior ou menor gravidade. Os sintomas de uma nutrição deficiente são em muitos casos visíveis, sobretudo ao nível da pele e pêlo e do funcionamento irregular do aparelho digestivo. Hoje são inúmeros os cães e gatos que sofrem de problemas crónicos de pele, alergias, inflamações nos ouvidos, gengivas, cauda e patas, hipersensibilidade digestiva, artrite degenerativa, insuficiência renal e tumores e estes são alguns dos problemas que se acredita terem em muitos casos origem num sistema imunitário debilitado por excesso de químicos e nutrição pobre.

Para explicar de um modo simples a importância da qualidade da nutrição, poderemos fazer uma comparação entre a importância dos nutrientes e um par de óculos para quem tem deficiências de visão. Na verdade, é possível viver sem óculos. Mas sem eles, a vida será muito mais difícil. Sem eles é impossível não correr o risco de ser alvo de acidentes que muitas vezes tem consequências irreversíveis.

Cães que apresentam agressividade são muitas vezes alimentados com alimentos ricos em proteínas incompletas que resultam em problemas digestivos. Cães tímidos e com stresse apresentam dificuldades digestivas e frequentemente complicações intestinais como por exemplo diarreias, é comum também apresentarem uma pelagem muito seca e queda de pêlo frequente. Animais que apresentam frequentemente fezes moles ou liquidas e flatulência poderão não estar a fazer as digestões convenientemente. Ao optar por uma dieta com nutrientes de boa qualidade estará a fazer o melhor para equilibrar o comportamento, bem como a contribuir para a saúde e longevidade do seu pet. Procure saber mais sobre os efeitos da boa nutrição na longevidade e qualidade de vida do seu amiguinho!
 
 
 
 
 
www.PetEmotions.com | Enviar a um amigo

Se recebeu esta newsletter de um amigo clique aqui para passar a receber regularmente a Emotions.
Se deseja deixar de receber a newsletter Emotions clique aqui por favor.

Copyright PetEmotions ©2008 | Política de Privacidade


Enviado por PetEmotions - Rua Alice Oeiras, nº 15, Loja B, 2605-108 Belas